Universo criativo

Foto: @comas_sp

Foto: @comas_sp

Trabalhando com o upcycling desde 2008, foi apenas em 2015 que a estilista uruguaia Agustina Comas lançou sua marca homônima.

A ordem da casa é “nada se cria, tudo se transforma.”

Lá, a matéria-prima é uma só: camisas masculinas que foram descartadas antes de chegar no varejo por algum pequeno defeito de fábrica.

Foto: comas_sp

Foto: comas_sp

Seu entendimento sobre o processo produtivo da indústria da moda, assim como a enorme quantidade de lixo têxtil descarado pelas fábricas fizeram Agustina buscar uma saída para o estrago que isso poderia causar.

“Este é um problema real que, se bem administrado, pode se reverter em recursos para muita gente. Como numa relação de simbiose, em que a indústria pequena estabelece um vínculo com a grande e todos se beneficiam,” explica.

O processo começa então com a seleção dessas peças, como conta a estilista: “Identificamos os melhores tecidos e escolhemos aquelas que, a partir do nosso conceito de design, são as mais ricas”

Escolha feita, e usando um modelo de receitas, Agustina inicia seu processo criativo - e haja criatividade, em que traz um novo significado a essas peças, porém sempre mantendo suas características originais, detalhe usando como parte do design.

Além de recuperar e transformar peças de roupas que seriam meramente desprezadas, a Comas também conta com um ateliê onde oferece workshops de upcycling, ajudando a espalhar a importância de tal processo.

Se você ainda não conhece a Comas, corra para o site www.comas.com.br e se deixe ser levado por esse universo tão criativo.

Adriana ZemelComentário