O primeiro museu de moda sustentável

Foto: site Edge

Foto: site Edge

Sustentabilidade na moda é um tema que vem, sem dúvida, ganhando cada vez mais espaço.

Discussões sobre o assunto já não ficam mais concentradas apenas entre os especialistas, mas são cada vez mais recorrentes entre os consumidores. Como forma de tornar tal questão ainda mais paupável, foi inaugurado em Amsterdã o primeiro museu de moda sustentável.

Foto: site FashionUnited

Foto: site FashionUnited

Um projeto do Fashion For Good, uma plataforma que foca em novas tecnologias e negócios com potencial para transformar a indústria da moda, o museu traz aos seus visitantes uma experiência única, estimulando-os a pensarem cada vez mais sobre os problemas da indústria da moda.

Dentre as inúmeras experiências oferecidas pelo museu, uma delas promove a economia circular, sendo dividida em cinco etapas que discutem os seguintes pontos: Considerar, escolher, usar, re-usar e agir.

O intuito é fazer com que o visitante entenda melhor seu papel e volte pra casa com uma vontade de repensar seu consumo, contribuir e se engajar, como explicou Katrin Ley, diretora geral do museu, em entrevista à Vogue Itália:

“Pensando na experiência do consumidor, nosso desafio foi trazer algo tangível à vida, que pudesse tocar o coração das pessoas e trazer mudanças de comportamento por meio de momentos únicos - como as projeções incríveis que temos, o lounge da inovação que conta com uma instalação de fios de Econyl, um nylon regenerado feito de lixo coletado em aterros e oceanos pela empresa italiana Aquafil (…). Todo esse processo foi um super desafio, mas percebemos que uma vez realizado, poderia se tornar um enorme avanço.”

_____________

The first museum of sustainability

Sustainability in the fashion industry is a topic that has been getting more and more space.

Discussions on the subject are no longer concentrated only among experts, but are increasingly recurrent among consumers. As a way of making this topic more tangible, the first museum of sustainable fashion was just inaugurated in Amsterdam.

A project from Fashion For Good, a platform that focus on new technologies and business plans with the potencial to transform the fashion industry, the museum brings to its visitors and unique experience, stimulating them to think more and more about the problems of the fashion industry.

Among many experiences offered by the museum, one of them promotes circular economy, being divided in five steps that discuss the following topics: Consider, Choose, Use, Re-use and Activate.

The intention is to make the visitor better understand their role and return home with a desire to rethink their consumption, contribute and engage, as explained Katrin Ley, general director of the museum, in an interview with Vogue Italy:

“For the consumer facing experience, our challenge was to bring something tangible to life that could touch people’s heart and generate changes in their behaviour, by conveying facts and figures through “wow moments” – such as the amazing projections we have here, the innovation lounge with yarn installations in Econyl regenerated nylon made of waste collected in landfills and oceans by Italian manufacturer Aquafil and the bracelets visitors get at the entrance. This whole process was a major challenge, but we realized that once carried out, it could have also become a major breakthrough.”

Adriana ZemelComentário