A nova era do plástico

Foto: @newplasticseconomy

Foto: @newplasticseconomy

Já ouviu falar no compromisso lançado pela Fundação Ellen MacArthur chamado “A Line in the Sand” - ou “Uma linha na Areia”?

Criado agora no final do ano, é um compromisso para eliminar o lixo plástico em sua fonte.

Com mais de 250 signatários - que juntos somam 20% de todo o plástico produzido no mundo, como governos, marcas de moda, redes varejistas e produtores de embalagens, entre outros, a ideia é criar uma nova ideia sobre o que é normal quando se tratando do plástico.

São três targets principais:

  1. Eliminar embalagens de plástico desnecessárias e mudar o conceito de “uso único” para maneiras de reuso.

  2. Inovar, assegurando-se que 100% das embalagens plásticas possam ser facilmente reutilizadas, recicladas ou comportadas até 2025.

  3. Circular o plástico produzido, garantindo um maior número de plásticos reutilizados ou reciclados, convertidos em novas embalagens ou produtos.

Eles serão analizados a cada 18 meses para garantir o compromisso de todos os envolvidos.

Como já contamos aqui antes, enfrentamos um enorme problema em relação ao plástico e se nada mudar, em 2050 teremos mais plástico do que peixe no oceano, segundo estudo da própria Fundação Ellen McArthur.

Para Erik Solheim, diretor executivo de meio-ambiente das Nações Unidas, “plástico no oceano é um dos exemplos mais visíveis e perturbadores da crise de poluição de plástico. O Compromisso da Nova Economia de Plástico Global é o mais ambicioso conjunto de targets que vimos até agora na luta contra esse tipo de poluição.”

Embora muito de nós já estejamos mudando a forma como consumimos e interagimos com o plástico, trazer a mudança para a raiz é fundamental. Por isso, tão importante um compromisso como esse. Vamos continuar acompanhando!

Adriana ZemelComentário