Juntos para sempre

Imagem: site Worn Wear

Imagem: site Worn Wear

Economia Circular é um termo que tem ganhado cada vez mais destaque hoje em dia com toda essa discussão sobre sustentabilidade. 

Para entender melhor essa ideia do circular, vamos pensar (superficialmente) em como a natureza funciona: uma planta nasce, ela vira comida para um bicho, que logo virará alimento para outro animal, que depois de um tempo morrerá e seus nutrientes voltarão à terra onde todo o processo recomeçará. 

Na nossa sociedade, no entanto, a economia linear tem muito mais força. Isso significa que nós pegamos a matéria-prima, a transformamos em um produto e usamos esse produto até que o descartamos. Porém, já existem marcas que estão incorporando a economia circular em sua forma de existência e hoje é especialmente sobre uma delas que vamos falar: a Patagônia. 

A Patagônia é uma marca americana que começou vendendo produtos para alpinistas e hoje é uma das maiores marcas voltadas a roupas para atividades externas. 

Além de um produto de ótima qualidade, o grande diferencial da marca é a sua estratégia, focada na economia circular. Isso significa que a Patagônia tem uma preocupação que vai do início ao fim do processo, resultando em um super incentivo gerado pela marca na reciclagem de suas roupas. 

E é com isso em mente, que a marca lançou um projeto muito legal e que quero apresentar hoje: o Worn Wear. Com o slogan "if it's broke, fix it" (se está quebrado, arrume), a marca se encarrega de concertar itens que de velhos já apresentam algum defeito, para que assim essa peça ainda tenha uma longa vida ao lado de seu dono. Se aprofundando ainda mais em seu projeto, no ano passado a marca lançou um e-commerce para vender roupas da marca de segunda mão - porém ainda em bom estado. 

Imagem: site Worn Wear

Imagem: site Worn Wear

Vindo de uma marca de roupas em que vender é sua maneira de sobreviver, tal ação pode parecer um tiro no próprio pé. Mas isso não é algo que parece preocupar a marca, que vale hoje em dia U$3 bilhões de dólares. 

Quer ver mais sobre a campanha Worn Wear e entender como a marca incentiva um relacionamento duradouro entre seus clientes e as roupas que produz? Visite o site https://wornwear.patagonia.com e volta aqui depois para me contar o que achou! 

 

 

 

                                                                                                _______________

                                                                     Forever by your side 

 

Circular economy is a term that has been receiving more and more importance with all this discussion about sustainability. 

To better understand this concept, lets think (on a superficial way) in how nature works: a plant is born, then becomes food for an insect, which will eventually turns into food for another animal, and after a while this animal will die and its nutrients will go back to the soil where the entire process will restart. 

However, in our society, linear economy is a lot more used. This means that we take the raw material, transform it on a product and use it until we dispose it. Despite that, there're already some brands incorporating circular economy into their way of functioning, and, today, is about one of these brands we're talking about: Patagonia. 

Patagonia is an american brand that started selling products to alpinists and that nowadays is one of the biggest outdoor's gear brand. 

Besides offering a really high quality product, its main differential is the strategy used, focusing on circular economy. And this means that Patagonia has a big concern about the entire process - from begin to end, resulting on the brand really encouraging its customers on fixing and recycling its products before buying a new one.  

With that in mind, the brand launched a really cool project that I want to present today: Worn Wear. With the slogan, "if it's broke, fix it," the brand assumes the responsibility of fixing clothes that are already old and with some defects, guaranteeing a longer life for this garment in its owner's wardrobe. Going further on their strategy, last year, this project became an e-commerce where people can sell their second-hand - but still in good quality - Patagonia's products. 

Coming from a "fashion" brand where selling is their way of surviving, this action might look like shooting your own foot. But this is not something that seems to worry the brand - that today worth about U$3 billions dollars. 

Want to see more about the Worn Wear campaign and understand how Patagonia encourages a long term relationship between products and consumers? Visit www.wornwear.patagonia.com and let me know what you think! 

 

 

 

 

 

Adriana ZemelComentário