Semana de moda de Londres adere ao fur free

Desfile passado da Burberry, que acaba de anunciar sua nova política fur-free   Imagem: Daniel Leal-Olivas/AFP/Getty Images

Desfile passado da Burberry, que acaba de anunciar sua nova política fur-free 

Imagem: Daniel Leal-Olivas/AFP/Getty Images

Se há algum tempo usar pele era considerado chique, hoje em dia tal fato já é questionável. 

Recentemente, a Burberry anunciou que a partir de sua próxima coleção não usará mais pele em suas produções. E ela não é a única que está eliminando - ou já eliminou, a matéria-prima de suas coleções, mas também grandes marcas como a Gucci (como já contamos aqui), Michael Kors, Margiela, Stella McCartney, Versace, e por aí vai. 

Givenchy também anunciou que irá fur-free   Imagem: site bbc news - Getty Images

Givenchy também anunciou que irá fur-free 

Imagem: site bbc news - Getty Images

Quando questionada pela revista 1843 sobre o porquê dessa decisão, Donatella Versace simplesmente respondeu: "Pele? Estou fora. Eu não quero matar animais para fazer moda. Não parece certo."

De forma surpreendente e animadora, a Semana da Moda de Londres anunciou que vai surfar dessa mesma onda: 100% das marcas presentes no evento, que acontece no mês de setembro, devem seguir o conceito "fur free". Essa vai ser a primeira vez que isso acontece em um grande evento de moda. 

Essa vai ser a primeira vez que isso acontece em um grande evento de moda, mas que fique claro que isso não foi nenhuma imposição e sim um fato constatado pelo Conselho Britânico de Moda depois de desenvolver uma pesquisa com todas as marcas participantes. E, segundo, declaração feita pelo CBM "os resultados da pesquisa refletem uma mudança cultural baseada nos ideais e decisões feitas pelas marcas, além de um sentimento do consumidor." 

Agora, apesar dessa ser uma novidade incrível - considerando o bem-estar dos animais, isso não necessariamente é bom para o meio-ambiente já que geralmente uma alternativa a pele de animal é a pele sintética. E, como explica Rachael Stott, da consultoria The Future Laboratory, "o processo usado em sua criação envolve químicos tóxicos e poluí rios e terras ao seu redor." 

Penso que um passo super positivo já foi dado. Agora é continuar acompanhando para ver quais alternativas a indústria encontrará. 

 

                                                                                                _________________

                                                        London Fashion Week to go fur free

 

If in the past real fur was considered chic, nowadays you can't actually say the same. 

Recently, Burberry announced that starting on its next collection it wouldn't use real fur anymore. But the brand is not the only one eliminating - or that have already eliminated, this material from its collections, but also important labels such as Gucci (as we already told here), Michael Kors, Marginal, Stella McCartney, Versace, and so on. 

When asked by 1843 magazine about the reason of her decision, Donatella Versace simply said: "Fur? I am out of that. I don’t want to kill animals to make fashion. It doesn’t feel right."

However, even bigger than this new path followed by all these brands, is what London Fashion Week, that happens this September, just announced. The event will count with not only one, or two, or even three brands presenting a fur-free collection, but 100% of them. 

This will be the first time something like that happens on an important fashion event, but to make it clear: this wasn't any imposition but a fact acknowledge by the British Fashion Council after sharing a survey with all the brands participants on the event. According to a declaration made by BFC, "The survey results reflect a cultural change based on ideals and choices made by designer businesses, international brands as well as consumer sentiment." 

But, although this being an amazing news - specially when considering the animal's well-being, it's not necessarily good for the environment since an alternative for real fur is normally synthetic fur. And, as explained by Rachael Stott, from The Future Laboratory, "the manufacturing processes used to create these involve toxic chemicals and cause pollution in surrounding rivers and landfill sites." 

I believe a huge and positive step was just gave. Now we just need to stay tuned to see what alternatives the industry will come up with. 

 

 

 

 

Adriana ZemelComentário